Isser-Korik

Isser Korik teve sua formação profissional trabalhando com Carlos Alberto Soffredini no Núcleo EsTeP (Núcleo de Estética Teatral Popular). Soffredini desenvolveu uma pesquisa sobre a estética de interpretação dos atores populares brasileiros que atuavam nos pavilhões de Circo-Teatro, que, julga-se, estavam mais próximos das origens da arte popular brasileira. Essa linguagem de interpretação estabelece formatos de comunicação direta com a plateia, colocada sempre no centro da representação, e se mostra um instrumento muito eficaz na maximização do efeito teatral.

Entre 1993 e 2001, atuando no espetáculo Vacalhau e Binho, Isser começou a utilizar essa linguagem de interpretação em momentos de improviso que existiam no espetáculo, logrando ótimos resultados. O objetivo do workshop é apresentar os fundamentos dessa linguagem aos improvisadores contemporâneos, como um recurso suplementar na comunicação com o público.

 Currículo: Diretor, ator, produtor, tradutor e dramaturgo, Isser Korik coleciona trabalhos marcantes como comediante em quase 30 anos de carreira, como “Vacalhau & Binho”, de Zé Fidélis, que permaneceu oito anos em cartaz; “O Dia que Raptaram o Papa”, de João Bethencourt; e, recentemente, “E  o Vento não Levou”, de Ron Hutchinson, e “Toda Donzela Tem um Pai que é uma Fera”, de Gláucio Gill. Como diretor se destaca na comédia.Concebeu “Nunca se Sábado…”, apresentado por quatro temporadas sob sua direção-geral, que marcou a cena paulistana.Dirigiu o sucesso “A Minha Primeira Vez”, de Ken Davenport; a trilogia cômica de Alan Ayckbourn “Enquanto Isso…”; “O Mala”, de Larry Shue; o projeto “Te Amo, São Paulo”, que reuniu grandes nomes da dramaturgia paulista; além dos infantis “A Pequena Sereia”, de Fábio Brandi Torres; “Grandes Pequeninos”, de Jair Oliveira; “Cinderela”, “O Grande Inimigo” e “Ele é Fogo!”, de sua autoria, tendo recebido por esse último o Prêmio APCA. É diretor artístico da produtora Conteúdo Teatral e do Teatro Folha, e no momento está em cartaz com os espetáculos “Jogo Aberto” e “Pra Inglês Ver”.

 

Cidade: Valinhos
Local
: Auditório Municipal de Valinhos
Data: Dia 09 de agosto de 2016

 

Ministrante: Isser Korik
Duração: 240 minutos

Público alvo: Atores e estudantes de teatro a partir de 18 anos.

Nº de vagas: 15

  • Local: Auditório Municipal de Valinhos (Rua Vinte e Um de Dezembro, 66 – Centro, Valinhos –SP)
  • Dia: 09 de agosto
  • Horário: 13h às 17h;
  • Público alvo: Atores e estudantes de teatro a partir de 18 anos.
  • Nº de vagas: 15